MACS confirma patrocínio anual de Carol Paiffer

Instituição artística de Sorocaba estampará a marca ATOM S/A, que tem a empresária como CEO

A partir do mês de abril, o Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (MACS), receberá pelo período de um ano, apoio financeiro da empresária Carol Paiffer, para manutenção mensal da organização. Com isso, a empresa ATOM S/A, que atua no mercado financeiro e conta com a investidora como CEO, terá seu nome estampado na instituição. 

Durante os últimos anos, Carol Paiffer vem se tornando uma colecionista entusiasta de arte contemporânea e se sensibilizou com a causa do Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba, do qual participa das atividades desde 2014. Sem receber nenhuma subvenção pública de forma recorrente, o MACS, que é uma instituição privada, se sustenta através de doações de seus associados, eventos realizados, alguns projetos com incentivo fiscal como ProaC/ICMS e Lei Rouanet, além de editais. 

Com os projetos culturais aprovados, são captados os recursos a serem utilizados nas atividades museais, exposições e na reforma do prédio de 1895, que abrigava os armazéns da Ferroviária Sorocabana. Nesse ponto, segundo a presidente da instituição, Silvia Stecca, ainda faltam todos os equipamentos e mobiliários, tais como, cadeiras do auditório, ar-condicionado, mobiliário de reserva técnica, biblioteca e escritório, além do paisagismo da área externa e de acolhimento de público.

A presidente do Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba, vai assinar o contrato de patrocínio na abertura da exposição internacional “Post-Digital”, do francês Pascal Dombis, no próximo dia 02 de abril. “Estamos muito felizes com este patrocínio e parceria da Atom S/A, na figura da Carol Paiffer, querida amiga e parceira do Museu, que entende a importância de apoiar uma instituição democrática, que atende mais de 12 cidades da nossa região metropolitana. Esse apoio mensal nos possibilitará prospectar recursos de maior vulto para terminarmos a reforma do nosso prédio, contratar novos profissionais e realizarmos mais exposições e ações educativas”, afirma Silvia Stecca.

Segundo a empresária de 34 anos, Carol Paiffer, “é um orgulho e uma grande alegria a possibilidade de poder ajudar o museu a avançar em suas ações, rumo a conclusão das reformas necessárias, alcançando assim maior visibilidade, não somente para a instituição, mas para toda a cidade e região”. Ela ainda diz que espera servir de incentivo para que outros empresários participem desse processo de cidadania.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

CAPTCHA